[pdf] BIOTECNOLOGIA APLICADA AOS ANIMAIS SILVESTRES E SEUS ASPECTOS ÉTICOS E CONSERVACIONISTAS.pdf

RESUMO
A fragmentação do ambiente natural tem provocado o isolamento de populações silvestres, que, nesta situação, ficam impossibilitadas de promover a troca genética, aumentando o endocruzamento e levando à uma importante redução da variabilidade genética. Juntamente com políticas ambientais que impeçam esse isolamento, outras ações podem e devem ser implementadas, visando a melhoria do desempenho reprodutivo destas espécies, mantidas em cativeiro, com a finalidade de criar verdadeiros bancos genéticos, que permitam a recuperação das populações afetadas. Neste contexto, a utilização de biotécnicas para a reprodução de animais selvagens vêm sendo proposta em diversos países como uma ferramente estratégica para a conservação de espécies ameaçadas ou em risco de extinção. Esta utilização deve ser norteada por preceitos éticos que envolvam a manutenção do bem-estar animal. Este aspecto deve permear as decisões desde a opção pela espécie, passando pelo tipo de cativeiro proposto, até a metodologia utilizada, buscando sempre minorar o estresse do animal. O objetivo desse trabalho é descrever a biotecnologia aplicada aos
animais silvestres e seus aspectos éticos e conservacionistas destas espécies animais. 

Palavras chave: animais selvagens, biotecnologia, reprodução, ética, cativeiro, conservação. 

Tecnologia do Blogger.