ANAPLASMOSE TROMBOCÍTICA CANINA - UMA BREVE REVISÃO


RESUMO

A anaplasmose trombocítica canina cujo parasita Anaplasma platys infecta trombócitos circulantes de cães é causada por uma bactéria gram negativa estritamente intracelular. É transmitida por carrapatos, sendo responsável pelo aparecimento de um quadro clínico denominado trombocitopenia cíclica canina, cujos sinais clínicos mais comuns são anorexia, letargia, perda de peso e depressão. Diferentemente a Ehrlichia canis, causa uma trombocitopenia não cíclica. e os seu sinais clínicos são mais acentuados. As inclusões intracelulares do parasita no esfregaço sanguíneo corado apresentam semelhanças com granulações intracitoplasmáticas de plaquetas normais, podendo levar a erros no diagnóstico clínico-laboratorial.

Palavras-chave: Anaplasma platys, trombocitopenia, cães.
Tecnologia do Blogger.