COMPARAÇÃO ENTRE OS SISTEMAS HISTOMORFOLÓGICOS E DE GRADUAÇÃO HISTOLÓGICA PARA CLASSIFICAÇÃO PROGNÓSTICA DE TUMORES MAMÁRIOS EM CADELAS.pdf

RESUMO

Este consiste da avaliação comparativa de dois métodos comumente empregados para a classificação de tumores de mama. Compara-se o sistema de classificação histológico-descritivo da Organização Mundial da Saúde (OSM) e o método de graduação histológica proposto por Elston & Ellis (1991). Carcinomas simples e complexos foram incluídos neste estudo. Todos os carcinomas complexos foram definidos como de grau I (75%; 24/32) ou II (25%; 8/32). Os carcinomas simples foram graduados em I (36,4%; 20/55), II (32,7%; 18/55) e III (30,9%; 17/55). Os subtipos também foram avaliados e os carcinomas tubulopapilares distribuíram-se nos graus I (54,1%; 20/37), II (37,8%; 14/32) e III (8,1%; 3/37). Os carcinomas sólidos foram graduados em grau II (33,3%; 3/9) e III (66,7%; 6/9). Nos carcinomas anaplásicos foram encontrados os graus II (11,1%; 1/9) e III (88,9%; 8/9). Conclui-se que o método de graduação de Elston & Ellis foi mais preciso para determinar o comportamento biológico do que o sistema histológico-descritivo.

Descritores: canino, neoplasma, carcinoma mamário.


ACESSAR ARQUIVO
Tecnologia do Blogger.