Ovário-histerectomia de gatas e cadelas pelo flanco.pdf


Resumo

A abordagem lateral é alternativa à tradicional (linha média ventral), para a realização da ovarioectomia/ovário-histerectomia em cadelas e gatas. Esse procedimento cirúrgico não é convencional em pequenos animais, mas é geralmente usado em animais de fazenda e em répteis domésticos, para este propósito ou para outro, como celiotomia. Indicações para seu uso incluem desenvolvimento mamário excessivo, lactação ou hiperplasia da glândula mamária, ou situações nas quais o exame de pós-operatório pode ser limitado (i.e. animais de zoológico). Três vantagens podem ser consideradas e incluem: menor evisceração se houver deiscência da sutura, possibilidade de monitorar a incisão de longe (i.e. animais agressivos ou perdidos) e avaliação da eficiência do procedimento, como pequena incisão e pressão reduzida dos órgãos abdominais sobre a incisão da parede. Contudo, esta técnica não é isenta de desvantagem. A não exposição do lado contralateral e o conhecimento do cirurgião para realizar este procedimento e sentir-se confortável com esta abordagem são os principais obstáculos desse acesso cirúrgico. Este artigo revisa as indicações, contra-indicações, vantagens, desvantagens da técnica cirúrgica para ovário-histerectomia pelo flanco em pequenos animais.

Palavras-chave. abordagem pelo flanco; cadela; gata; ovário-histerectomia; esterilização.


ACESSAR ARQUIVO
Tecnologia do Blogger.