Estresse térmico e suas conseqüências sobre as características do sêmen de machos suínos.pdf


Resumo
O objetivo deste artigo foi revisar os aspectos relacionados ao estresse térmico, tais como natureza, locais envolvidos em sua resposta e efeitos sobre machos suínos. Dentre os fatores desencadeantes, o calor e a umidade elevada destacam-se, pois podem resultar em estresse crônico, causando diminuição na ingestão de alimento e interferência na espermatogênese. Os suínos, por terem baixa tolerância ao calor, têm sua eficiência reprodutiva alterada nos períodos de elevada temperatura, o que é verificado pela redução na quantidade e qualidade do sêmen, manifestada por ejaculados com menor motilidade, pelo aumento na porcentagem de espermatozóides com defeitos morfológicos, pela produção reduzida de espermatozóides e pelo menor volume do ejaculado.

Palavras-chave: estresse, calor, características de sêmen, suínos.


ou
Tecnologia do Blogger.