Brucelose Equina (aspectos da doença no Brasil).pdf

Resumo

A brucelose é uma doença infectocontagiosa, com potencial zoonótico, incomum em eqüinos e é causada predominantemente pela Brucella abortus. A doença em eqüinos não é caracterizada por transtornos reprodutivos como em outras espécies domésticas. Lesões abscedantes em região cervical, bursas, tendões e articulações são as principais manifestações clínicas. A transmissão ocorre pelo consumo de água e de pastos contaminados, principalmente em propriedades endêmicas para a brucelose bovina. Não se recomenda a terapia, e os animais positivos devem ser encaminhados para abate sanitário. O diagnóstico microbiológico é definitivo, e o sorológico é realizado utilizando basicamente as mesmas provas recomendadas para bovinos e búfalos. As descrições da brucelose equina geralmente se apresentam sob a forma de relatos de casos ou estudos soro-epidemiológicos regionais. Pouca preocupação tem sido dispensada com os achados epidemiológicos e com a caracterização dos biotipos de Brucella spp na doença em eqüinos. O reconhecimento das características de patogenicidade e dos mecanismos de transmissão podem contribuir nas ações de controle e profilaxia da doença em equinos. O presente estudo revisou os principais aspectos da brucelose equina no Brasil.

Palavras-chave: Brucelose, Brucella abortus, equinos, Brasil.

ou
Tecnologia do Blogger.