Regeneração periodontal em cães.pdf


Resumo
A doença periodontal pode ser definida como a 
condição inflamatória dos tecidos de suporte do dente em 
resposta ao acúmulo do biofilme. A consequência é a formação 
de graves defeitos ósseos, devido à perda dos tecidos periodontais, 
levando, em última instância, à perda dos dentes, predisposição 
a fraturas de mandíbula e formação de comunicações oronasais. 
O principal tratamento é a prevenção, incluindo a escovação 
dentária diária e a profilaxia periodontal, procedimento 
realizado pelo médico veterinário para remoção do biofilme e 
cálculo dentário acumulados. A recuperação dos tecidos 
perdidos, ou seja, a regeneração periodontal, é um processo 
mais complexo, pois envolve a formação de três tecidos 
intimamente ligados: osso alveolar, ligamento periodontal e 
cemento. Assim, diversos materiais e técnicas foram e são 
constantemente desenvolvidos, incluindo membranas para 
regeneração tecidual guiada e a aplicação de enxertos e 
biomateriais, amplamente estudados na odontologia humana 
e já disponíveis para aplicação na rotina clínica veterinária. 
Adicionalmente, novas possibilidades surgem com a associação 
dessas técnicas a fatores de crescimento e células-tronco e o 
desenvolvimento das membranas multifuncionais.


Palavras-chave: odontologia veterinária, doença periodontal, 
regeneração tecidual guiada, membranas 
multifuncionais.
ACESSAR DOCUMENTO COMPLETO 
Tecnologia do Blogger.