Fetotomia

É a secção total ou parcial do feto para permitir a sua retirada.

INDICAÇÃO:
Feto morto, para que não se submeta desnecessariamente a fêmea a uma cesariana.
Fetos absoluta ou relativamente grandes.
Estreitamento ósseo da via fetal (angústia pélvica).
Distocias de correção impossível.
Fetos enfisematosos.
Monstruosidades.

MATERIAL

A fetotomia é feita com instrumentos específicos como fetótomo, fios serra (Lies ou Thygesen), passa-laços de Sand, ganchos, correntes obstétricas etc.


VANTAGENS DA FETOTOMIA

Redução do volume fetal

Evita cesarianas

Exige menor número de auxiliares

É menos traumatizante para a fêmea

Evita tração forçada


DESVANTAGENS

Grande contaminação para a fêmea e para o obstetra (é impossível usar luvas).
TIPOS DE FETOTOMIA

TOTAL: secção do feto inteiro

PARCIAL: seção de partes do feto


Cefalotomia/ cefalocentese/craniotomia (muito usada - fetótomo na nuca do feto, evitando-se a formação de pontas ósseas).


Decapitação/degolamento (Ex. para fetos com desvio de cabeça).


Ablação de mandíbula (rara).


Amputação de membros.


Achatamento de tórax.


Evisceração.


Destroncamentos.


Sinfisiotomia púbica (seção do púbis do feto).




















PÓS OPERATÓRIO

Remoção de placenta

Lavagem uterina com retirada dos líquidos colocados

Antiobioticoterapia


Tecnologia do Blogger.